banner_mucosal_salvador
4 agosto, 2017 Enviado por Comunicação POLÍTICA CIENTÍFICA

FeSBE envia carta-protesto ao Presidente Temer

O Presidente da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE), Dalton Valentim Vassallo, enviou nesta quarta-feira (2) uma carta-protesto ao Presidente da República, Michel Temer, em nome da FeSBE e suas filiadas, incluindo a Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI).

A carta foi enviada também para Senadores, Deputados, Ministros da Ciência, Tecnologia e Comunicação e do Planejamento. Veja abaixo a íntegra

“Excelentíssimo Sr. Presidente da República
Dr. Michel Miguel Elias Temer

É com a mais profunda preocupação que a Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE), que reúne 13 Sociedades Científicas e milhares de pesquisadores em todo o Brasil, vem por meio desta carta expressar sua mais profunda preocupação com relação aos cortes de 44% nos recursos destinados à ciência, tecnologia e inovação em 2017 e a previsão pelo Governo Federal de um orçamento para 2018 baseado não no orçamento deste ano, mas no que foi apenas empenhado, o que significa uma redução ainda mais drástica.

Um verdadeiro retrocesso para qualquer nação que visa vencer barreiras econômicas e se destacar no cenário internacional. A ciência está presente nas mais rotineiras atividades do nosso dia a dia, assim como também se debruça sobre os problemas de saúde que afetam diretamente o povo brasileiro como as epidemias mais recentes de Zika e microcefalia, chikungunha, e outras mazelas como a dengue que há tantos anos se abatem sobre nós. Além de tantas doenças crônicas que oneram os cofres públicos e levam ao sofrimento da população como a hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, diabetes, obesidade, câncer. E diante desse cenário aterrorizador, só nos restará, no futuro breve e longínquo, a maior dependência a outros países e observar, de forma lamentável, a contínua fuga de cérebros como nunca antes vista neste país.

A comunidade científica, como parte da sociedade brasileira, ainda se sente afrontada quando, mesmo diante de tamanha crise, acompanha as últimas notícias divulgadas tanto na imprensa nacional como na internacional e percebe o alto custo que tem sido para o Governo evitar votações indesejadas no Parlamento. Triste é uma nação onde o mérito não é valorizado e as previsões de futuro não são nada incentivadoras.

Dalton Valentim Vassallo
Presidente da Federação de Sociedades de Biologia Experimental”

banner-abcam-sbi