banner_immuno2018
22 junho, 2011 • 8:00 Enviado por Joao

Receptores Nod-like unidos na indução de Th17

As células Th17 representam um subtipo de linfócitos T CD4, cujo desenvolvimento e ativação é dependente de IL-6 e IL-23. A IL-22 e a IL-17 produzidas por elas desempenham um importante papel na imunidade de mucosas ao ativar a produção de peptídeos antimicrobianos e fatores de reparo tecidual por células epiteliais e ao promover o recrutamento de outras células inflamatórias. Por causa destes efeitos, as células Th17 representam um importante mecanismo de defesa contra infecções de mucosas, como as do pulmão e do intestino.

Em alguns modelos de infecção intestinal, foi observado um pico de produção de IL-17 imediatamente após a infecção (horas ou dias) ou em estágios avançados (semanas), sugerindo a existência de mecanismos diferenciados de regulação da produção de IL-17 pelos sistemas imunes inato e adaptativo. Em particular, a produção de IL-17 nos estágios iniciais da infecção levanta a hipótese da existência de uma via reguladora da produção de IL-17, a qual ligaria o reconhecimento do patógeno pelo sistema inato com a ativação de células produtoras de IL-17. Porém, até o momento, nem os receptores da imunidade inata e nem as células responsáveis pela secreção de IL-17 nos estágios iniciais de infecção foram identificados. Neste sentido, torna-se clara a necessidade de se investigar mais profundamente estes mecanismos.

Recentemente, em trabalho publicado na Nature Medicine, pesquisadores conseguiram mostrar in vivo quem são os receptores da imunidade inata envolvidos na indução de IL-17 nos estágios iniciais da infecção intestinal. Em um modelo de colite induzida por Citrobacter rodentium, os pesquisadores observaram que animais Nod1-/- e Nod2-/- não desenvolveram eficientemente uma resposta Th17 e falharam em modular a inflamação, o que culminou com uma grande “festa” bacteriana no intestino (reparem mais uma vez a Th17 pagando de super herói ao invés de vilã).

Os autores observaram também que a produção de IL-6 foi essencial na diferenciação dessas células Th17, uma vez que o tratamento dos animais com anticorpo neutralizador de IL-6 resultou na falha em produzir IL-17. A análise de diversas populações celulares purificadas do intestino mostrou que as principais fontes de IL-6 foram as células dendríticas. Os autores mostraram ainda que a produção de IL-6 por aquelas células no modelo de infecção intestinal foi dependente de Nod1 e Nod2. Olha a imunidade inata aí gente!!!! A Imunidade Inata é tão indicadora do futuro da resposta imune que confiamos na sua maior importância dentro de todo o contexto Imunológico…. E olhe que não acreditamos em previsões, mas os receptores de reconhecimento padrão têm o domínio de prever e direcionar o futuro da resposta imune. Neste trabalho você pode conferir de perto o papel dos receptores Nod1 e Nod2 na indução da resposta Th17.

Post de Grace Kelly Silva e Luís Henrique Franco- Imunologia Básica e Aplicada FMRP-USP.

1. Geddes K, Rubino SJ, Magalhaes JG, Streutker C, Le Bourhis L, Cho JH, Robertson SJ, Kim CJ, Kaul R, Philpott DJ, Girardin SE. Identification of an innate T helper type 17 response to intestinal bacterial pathogens. Nat Med. 2011 Jun 12. doi: 10.1038/nm.2391.

  • Anônimo

    Perfeito Dona Grace, vc está d+++
    Bjuss e continue com os posts, está de Parabéns 😉
    Paty do Beraba rsrs…

  • Anônimo

    Interessante!!