Imunologistas Manoel Barral-Netto e Antoniana Krettli são promovidos a Grã-Cruz pela Ordem Nacional do Mérito Científico
17 de outubro de 2018
COMPARTILHAR Facebook Twiter Google Plus

Os pesquisadores Manoel Barral-Netto, do Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz, e Antoniana Krettli, do  Centro de Pesquisa René Rachou, ambos da Fiocruz e ex-presidentes da Sociedade Brasileira de Imunologia, foram homenageados nesta quarta-feira (17/10) pela Ordem Nacional do Mérito Científico, sendo promovidos da categoria Comendador para Grã-Cruz.

A Ordem Nacional do Mérito Científico é uma ordem honorífica concedida a personalidades brasileiras e estrangeiras como forma de reconhecimento das suas contribuições científicas e técnicas para o desenvolvimento da ciência no país.

Manoel Barral-Netto é médico pela Faculdade de Medicina da Bahia (UFBA) e doutor em Patologia Humana. Foi pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFBA e diretor da Faculdade de Medicina da Bahia. Foi também diretor de Programas Temáticos e Setoriais e de Cooperação Institucional, ambos do CNPq. É membro do Comitê Gestor do Fundo Setorial de Saúde (MCTI) e do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CCT) desde 2016. Foi diretor do Instituto Gonçalo Moniz (FIOCRUZ-Bahia) e desde janeiro de 2017 é vice-presidente de Educação, Informação e Comunicação da Fiocruz.

É membro titular da Academia Brasileira de Ciências e Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico e atualmente pesquisador titular da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ-Bahia). Sua principal atividade de pesquisa é na área de imuno-regulação de doenças parasitárias, principalmente leishmanioses e malária.

Antoniana Krettli é graduada em Farmácia-Química e Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Realizou o mestrado e doutorado em parasitologia também na UFMG, além de treinamentos sucessivos no exterior, inicialmente pela Universidade de Nova Iorque. Fez seu pós-doutorado no Instituto Pasteur, Paris e Curso de Especialização no Centro de Imunologia da Universidade de Lousane. Foi também pesquisadora visitante diversas vezes na NYU Medical School, no National Institute of Health (NIAID-NIH, USA) e no Instituto Pasteur.

Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências, é receptora de várias medalhas de honra de sociedades científicas, de Honra ao Mérito Científico dos Governo Federal e do Estado de Minas Gerais.

Conduz suas pesquisas na UFMG e Instituito René Rachou, com foco atual na busca e desenvolvimento de novos antimaláricos.

Usuário
PUBLICADO POR
comunicação sbi
CATEGORIA DO COLABORADOR
ver todos os artigos desse colunista >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS
Confira a programação de recesso da SBI
comunicação sbi
21 de dezembro de 2018
Associados da SBI são nomeados membros titulares da Academia Brasileria de Ciências
comunicação sbi
13 de dezembro de 2018
Aprovados no Programa de Auxílio a Eventos da SBI - Chamada 2019/1
comunicação sbi
14 de dezembro de 2018