Divulgada programação completa do Immuno 2019
01 de julho de 2019
COMPARTILHAR Facebook Twiter Google Plus

Maior encontro da comunidade internacional de imunologistas no Brasil, congresso anual da Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI) reúne mais de 60 renomados especialistas de diversos países

O maior encontro da imunologia internacional no Brasil acaba de ter sua programação divulgada. Mais de 60 conferencistas brasileiros e estrangeiros estarão à frente das atividades do Immunotherapy 2019, a edição deste ano do congresso da Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI), que ocorre de 29 de setembro a 2 de outubro, em Florianópolis (SC).

A programação tem como foco os avanços e as possibilidades da imunoterapia no tratamento de diversas doenças. A conferência de abertura, coordenada pela presidente da SBI, Claudia Brodskyn, tem como tema uma das principais aplicações da imunoterapia na contemporaneidade, que rendeu o Nobel de Medicina, em 2018, aos imunologistas James P. Allison, do MD Anderson Cancer Center, dos Estados Unidos, que descobriram que o sistema imunológico pode ser usado para atacar as células cancerígenas. Lieping Chen, da Universidade de Yale (EUA), tratará do microambiente dos tumores como alvo para a imunoterapia.

No dia seguinte, Rafi Ahmed, da Emory University (EUA), falará do esgotamento das células T e da imunoterapia relacionada à proteína PD-L1, que inibe a ação do sistema imune. A conferência será coordenada por Helder Nakaya, professor do Instituto de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP) e membro da Comissão de Ensino da SBI. Uma abordagem mais específica, relacionada a tumores do intestino, será apresentada em outra conferência, sobre as vias de imunidade intestinais, conduzida por Fiona Powrie, da Universidade de Oxfrod, do Reino Unido.

O encerramento será feito por Jorge Kalil, da USP, com a conferência “Futuro das vacinas: o primeiro imunomodulador”, evidenciando a importância da imunologia muito antes do desenvolvimento das imunoterapias que renderam o Nobel. Isso porque as vacinas foram as primeiras substâncias a atuarem no sistema imune conferindo aumento da resposta orgânica contra determinados microorganismos, incluindo vírus, bactéria, fungos e protozoários. A conferência será coordenada por Manoel Barral Netto, pesquisador titular da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e ex-presidente da SBI.

A programação conta ainda com simpósios sobre intervenções imunoterapêuticas no tráfico de leucócitos, regulação metabólica de células do sistema imune e as múltiplas dimensões da imunologia, além de palestras sobre doenças como malária, alergias respiratórias e doenças autoimunes, entre outras cujo tratamento vem sendo beneficiado pela imunoterapia. Acesse todas as atividades programadas no site oficial do Immuno 2019: sbicongressos.com/immuno2019/sprogram/scientific-program.

Usuário
PUBLICADO POR
comunicação sbi
CATEGORIA DO COLABORADOR
ver todos os artigos desse colunista >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS
Divulgada programação completa do Immuno 2019
comunicação sbi
01 de julho de 2019
Inscrições abertas e submissão de resumos disponível para o Immuno 2019, em Florianópolis
comunicação sbi
10 de junho de 2019
O intestino e o sistema imune
comunicação sbi
29 de abril de 2019