Grupo estuda o perfil clínico epidemiológico e laboratorial da pandemia de Covid-19 dos pacientes atendidos na UERJ
15 de abril de 2020
COMPARTILHAR Facebook Twiter Google Plus

O Laboratório de Histocompatibilidade e Criopreservação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) está com uma pesquisa em fase inicial com foco no perfil clínico epidemiológico e laboratorial da pandemia de Covid-19 dos pacientes atendidos na UERJ. O objetivo da pesquisa é avaliar o perfil das células monocíticas, de linfócitos T, B, NK , em pacientes portadores de Covid-19.

 
O grupo liderado pelo professor e coordenador do laboratório, Luís Cristóvão de Moraes Sobrino Pôrto, já iniciou a criação de um biorrepositório de material biológico humano (soro, plasma, DNA e RNA viral) provenientes dos pacientes portadores de Covid-19 atendidos na Policlínica Piquet Carneiro e que foram diagnósticos pela equipe do laboratório.
 
“Nossa próxima meta está sendo a implementação de análise por citometria de fluxo de células imunológicas (Linfócitos T CD4 e T CD8, Linfócitos B, NK e Monócitos)”, explica o cientista.
 
 
 
 
 
*Informações concedidas pelo grupo de pesquisa

Usuário
PUBLICADO POR
SBI Comunicação
CATEGORIA DO COLABORADOR
ver todos os artigos desse colunista >
OUTRAS NOTÍCIAS
Linfócito T folicular regulador (TFR) – um novo protagonista na progressão tumoral via restrição da eficácia do tratamento com anticorpos contra PD-1
Vânia Bonato
24 de setembro de 2021
Células linfoides inatas do tipo 2: Uma nova perspectiva na terapêutica antitumoral de melanoma
Vânia Bonato
20 de setembro de 2021
Entenda porque pessoas mais velhas possuem maior inflamação e danos em órgãos remotos
Vânia Bonato
17 de setembro de 2021