REDE UNESP Covid-19 atua no desenvolvimento de testes moleculares para diagnóstico do COVID-19
15 de abril de 2020
COMPARTILHAR Facebook Twiter Google Plus

O grupo de Pesquisa Virologia e Imunologia Molecular, coordenado pela professora Rejane Maria Tommasini Grotto, da Unesp/Botucatu, tem como objetivo produzir ciência e conhecimento para trazer rápida resposta laboratorial em situações emergenciais como a atual pandemia de Covid-19. 
O grupo tem atuado na área de virologia aplicada utilizando ferramentas biotecnológicas para propor métodos, aplicações e estratégias diagnósticas e prognósticas em infecções virais. O grupo já detém experiência na atuação em outras emergências de saúde pública anteriores, como a problemática das Arboviroses, incluindo ZIKA vírus em 2015. A principal fonte de financiamento de pesquisas do grupo é a FAPESP e o Ministério da Saúde. 
As atividades de pesquisa acontecem no complexo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, no qual está o Laboratório de Biologia Molecular do Hemocentro de Botucatu. Com discentes de graduação e pós-graduação vinculados à Faculdade de Medicina de Botucatu e à Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, ambas unidades da UNESP. 
Por ocasião da necessidade emergencial de implementação de um teste diagnóstico para o SARS-Cov-2, o Laboratório contava com toda a estrutura necessária tanto física quanto de recursos humanos capazes de operacionalizar esta demanda confluindo e otimizando os pilares pesquisa-ensino-extensão. “Neste momento, foi fundamental o apoio recebido da Faculdade de Medicina de Botucatu, de seus departamentos e, das demais unidades universitárias do campus de Botucatu, além do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu”, relata a pesquisadora.
Compõem a REDE UNESP Covid-19: Laboratório de Biologia Molecular - Rotinas Diagnósticas em Infecções Virais do Hemocentro - Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP; Laboratório de Imunopatologia e Agentes Infecciosos - LIAI - UNIPEX - Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP; LDMVet - IBTEC - Botucatu - UNESP; FCFAR - Araraquara - UNESP; Laboratório de Estudos Genômicos, IBILCE - São José do Rio Preto - UNESP. Líderes: Rejane M. T. Grotto Lattes, Luciane Alarcão Dias-Melicio, João Pessoa Araújo Jr., Paulo Inácio da Costa e Paula Rahal
 
*Informações concedidas pelo grupo de pesquisa

Usuário
PUBLICADO POR
SBI Comunicação
CATEGORIA DO COLABORADOR
ver todos os artigos desse colunista >
OUTRAS NOTÍCIAS
O post do SBlogI que virou colaboração internacional sobre a dinâmica do HLA-G
11 de novembro de 2020
As vacinas ainda são problemas
Nelson Vaz
29 de outubro de 2020
Dois vídeos
Nelson Vaz
22 de outubro de 2020