Conheça os vencedores da 2ª edição do Concurso Cultural Apaixonados por Imunologia
08 de junho de 2020
COMPARTILHAR Facebook Twiter Google Plus

Nesta 2ª edição do Concurso Cultural “Apaixonados por Imunologia”, a paixão pela ciência foi vista em textos, vídeos, crônicas, animações, jogos didáticos, cartazes informativos e outros formatos. Mais uma vez, os participantes desta comunidade imunológica mostraram que a criatividade e a ciência caminham lado a lado. A arte é uma ferramenta muito importante para a divulgação científica e popularização da ciência.
A SBI agradece e parabeniza a todos que participaram desta 2ª edição do Concurso Cultural Apaixonados por Imunologia!
Confira abaixo os vencedores desta edição, que contou com o patrocínio da BD Biosciences em todas as categorias. A premiação é um voucher no valor de R$ 2.500,00 em produtos BD por categoria. Além de divulgar os vencedores, em breve, a SBI irá apresentar todos os trabalhos inscritos no Concurso Cultural.
 
Audiovisual
Com 75% dos votos, o vencedor da categoria Audiovisual foi o vídeo “Stop motion: Ativação de linfócitos T”, produzido pela doutoranda no Programa de Pós-graduação em Biologia Parasitária da Fiocruz/IOC, Katherine Kelda Gomes de Castro. A animação utiliza a técnica de Stop motion com massa de modelar para explicar de forma lúdica a ativação de linfócitos T.
 
Artes Gráficas
Com 60% dos votos, o infográfico sobre as características do sistema imune de cães e gatos foi o vencedor na categoria Artes Gráficas. O trabalho foi elaborado por Thamires Carvalho da Luz, Leonardo Ribas Pacheco, Mariana Oliveira Mendes e Flaviane Alves de Pinho da Universidade Federal da Bahia (UFBA). O infográfico foi desenvolvido para auxiliar, de forma lúdica, os estudantes da disciplina  “Imunologia Aplicada à Saúde e Produção Animal” - pertencente ao Departamento de Anatomia, Patologia e Clínicas, na Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia da UFBA.
 
Artes Textuais
Nesta categoria, com 75% dos votos, o trabalho “As divertidas versões sobre o sistema imunológico contra o inimigo” foi o vencedor. O texto utiliza a fantasia como uma ferramenta para explicar o funcionamento do sistema imunológico. Os autores narram uma história apresentando as células do organismo como poderosos soldados que combatem diversos inimigos, os microrganismos. O trabalho foi desenvolvido por Leonardo Ribas Pacheco, Thamires Carvalho da Luz, Mariana Oliveira Mendes e Flaviane Alves de Pinho da Universidade Federal da Bahia (UFBA).
 
Imagem de Citometria
Na categoria de Imagem de Citometria, o trabalho vencedor, com 100% dos votos, foi o da Gislane de Almeida Santos. A imagem "Coração em chamas - expressão de CD39 em Linfócitos T CD4+, provenientes do pulmão de camundongos C57BL/6 infectados por Mycobacterium tuberculosis" é uma análise de redução dimensional de células T CD4+ concatenadas, realizada utilizando os Plugins Downsample v.3.3 and tSNE v.2.0, ambos vinculados ao software FlowJo. O objetivo deste projeto é entender como a ectoenzima CD39 atua no controle da resposta inflamatória durante a tuberculose pulmonar experimental, através da clivagem de ATP extracelular e contribuição para a geração de adenosina.
 
Redes Sociais
O projeto "LIBS UFC: Imunodifusão Científica Lives" é o vencedor da categoria Redes Sociais com 60% dos votos. As transmissões ao vivo pelo Instagram, resultado da parceria do projeto Imuno Ensina UFC com o LIBS, têm a proposta de levar orientações sobre a Covid-19 para a população. O conteúdo divulgado reforça a importância do distanciamento social e adoção de medidas de higiene, além de combater ativamente a disseminação de fake news através das redes sociais. O grupo é formado por: Paula Goes Pinheiro Dutra, Edson Holanda Teixeira, Aryane de Azevedo Pinheiro, João Victor Bezerra da Silva, Ana Beatriz Albuquerque de Lima, Francisco David Araújo da Silva, Gabriel Caetano de Souza e Letícia Maria Chaves Brígido.
 
Surpreenda
Já com 75% dos votos, o vencedor da categoria Surpreenda é o “Jogo: Cara a Cara com o Sistema Imune”. O projeto foi elaborado pela Sandra Marcia Muxel e Juliane Cristina Ribeiro Fernandes, do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo. O projeto é uma maneira divertida de aprender sobre os componentes do sistema imune e suas características, com a dinâmica de um jogo clássico de tabuleiro. As cartas apresentam quem são as "caras": células, moléculas e órgãos linfoides. Os ícones representam as características que cada "cara" apresenta, como por exemplo, a localização na membrana, produção de citocinas e/ou grânulos, indução de morte celular, entre outros. A proposta do jogo é ser uma ferramenta de aprendizado e não só de teste de conhecimentos.
 
Premiação
Até o dia 16 de junho, a Sociedade Brasileira de Imunologia entrará em contato, por e-mail, com os ganhadores para realizar a entrega do prêmio

Usuário
PUBLICADO POR
SBI Comunicação
CATEGORIA DO COLABORADOR
ver todos os artigos desse colunista >
OUTRAS NOTÍCIAS
O post do SBlogI que virou colaboração internacional sobre a dinâmica do HLA-G
11 de novembro de 2020
As vacinas ainda são problemas
Nelson Vaz
29 de outubro de 2020
Dois vídeos
Nelson Vaz
22 de outubro de 2020