Estudo identifica que proteína da saliva do Aedes aegypti tem potencial para tratar colite
20 de outubro de 2021
COMPARTILHAR Facebook Twiter Google Plus

Uma pesquisa liderada pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP) - em parceria com a Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP, Instituto Butantan e os Institutos Nacionais de Saúde (NIH), dos Estados Unidos - identificou um peptídeo presente na saliva de mosquitos Aedes aegypti que mostrou-se eficiente para tratar colite, uma doença inflamatória do intestino. O artigo foi publicado na revista Frontiers in Immunology.

Durante a pesquisa, os cientistas observaram que a administração terapêutica de uma versão sintética do peptídeo em camundongos doentes reduziu a leucocitose, a atividade dos macrófagos e a expressão de citocinas. Também identificaram que houve redução nos níveis de óxido nítrico no intestino dos animais, o que resultou em uma melhora dos sinais clínicos.

O trabalho também mostrou que o peptídeo puro pode ter a sua expressão aumentada em 30 vezes nas glândulas salivares de mosquitos fêmeas quando comparada ao machos, e sua secreção na saliva do inseto induz à produção de anticorpos específicos em animais expostos à picada dos mosquitos.

 

Saiba mais na matéria publicada pelo Jornal da USP: https://bit.ly/3C0aXZg 

 

O artigo pode ser lido em: https://bit.ly/3jj01ib 

 

Autores: Priscila G. Lara, Eliane Esteves, Helioswilton Sales-Campos, Josiane B. Assis, Maressa O. Henrique, Michele S. Barros, Leila S. Neto, Pedro I. Silva Junior, Joilson O. Martins, Cristina R. B. Cardoso, José M. C. Ribeiro and Anderson Sá-Nunes.

Usuário
PUBLICADO POR
SBI Comunicação
CATEGORIA DO COLABORADOR
ver todos os artigos desse colunista >
OUTRAS NOTÍCIAS
A ORQUESTRA DAS PLAQUETAS: reprogramando células T reguladoras e macrófagos M2 na resolução da inflamação pulmonar
Vânia Bonato
04 de outubro de 2021
A sinalização de anafilatoxinas favorece o processo de maturação da afinidade
Vânia Bonato
29 de setembro de 2021
Linfócito T folicular regulador (TFR) – um novo protagonista na progressão tumoral via restrição da eficácia do tratamento com anticorpos contra PD-1
Vânia Bonato
24 de setembro de 2021