Nota da Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI) contra a fake news que associa vacinação contra COVID-19 e HIV
25 de outubro de 2021
COMPARTILHAR Facebook Twiter Google Plus

A Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI), entidade que congrega os principais imunologistas brasileiros e afiliada à International Union of Immunological Societies (IUIS), baseada em evidências científicas, esclarece que nenhuma vacina desenvolvida contra a COVID-19 pode causar AIDS e que também nenhuma vacina tem o potencial de transmitir o vírus do HIV. 

A SBI ressalta ainda que as vacinas para COVID-19 protegem contra a gravidade da doença, inclusive pacientes imunossuprimidos e portadores de HIV.

Reforçamos que a vacinação é a forma mais segura e eficaz de prevenir doenças e salvar vidas. Vacinar é agir em prol do coletivo, é um compromisso com toda a sociedade.

 

25 de outubro de 2021

Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI)

Usuário
PUBLICADO POR
SBI Comunicação
CATEGORIA DO COLABORADOR
ver todos os artigos desse colunista >
OUTRAS NOTÍCIAS
DE CABELO EM PÉ: células T reguladoras e glicocorticoides colaboram para a manutenção do folículo piloso
Vânia Bonato
14 de setembro de 2022
Nova temporada da vacina de gripe: saiba todos os spoilers
SBI Comunicação
27 de abril de 2022
As vacinas tão no grau, mami!
SBI Comunicação
26 de abril de 2022