Série "Aprenda Imunologia" - Você sabe o que é método científico?
21 de outubro de 2022
COMPARTILHAR Facebook Twiter Google Plus

As pesquisas científicas são essenciais para responder diversas perguntas que surgem ao nosso redor e grande parte das coisas que hoje tomamos como verdade, foram um dia provadas através de dados científicos. O motivo que nos leva a confiar nas pesquisas científicas é justamente o fato de que elas são bem delineadas e utilizam metodologias que garantem sua confiabilidade. Para podermos levar em consideração as respostas que as pesquisas científicas nos dão, estas devem ser realizadas e analisadas minuciosamente, ou seja, precisam seguir um método confiável. Na ciência em geral, rege a palavra do método científico. 

O método científico é como um “manual” para os cientistas, e sua principal mensagem diz que para que um experimento seja confiável, ele deve ser dividido em etapas específicas que poderão ser reproduzidas em qualquer lugar ou por qualquer pessoa que deseja encontrar a mesma resposta que você diz ter encontrado para a sua pergunta, para que assim sua hipótese seja confirmada ou negada.

A pergunta é o que dá origem à pesquisa científica. Para responder uma pergunta, é necessário se utilizar o método científico que se resume nos seguintes passos: observação, hipótese, experimentação, análise de dados e conclusão. 

A observação é que o nos leva a encontrar perguntas a serem respondidas. A partir das suas observações, indagações podem surgir e a partir delas, passamos para a etapa de formulação de hipóteses, momento em que questionamentos sobre a situação observada serão elaborados e seus próximos passos serão delineados, já que a partir das suas hipóteses você irá iniciar as experimentações

Aqui, cada área da ciência irá seguir seu caminho mais adequado, como a busca em material bibliográfico ou os famosos experimentos de laboratório que sempre nos vem à cabeça quando pensamos em ciência. 

Independente do tipo de caminho escolhido, quando você possui seus dados obtidos das experimentações em mãos, é hora de fazer a análise de dados. Nessa reta final, você irá conferir se os resultados das suas experimentações respondem à sua pergunta inicial, se eles se relacionam com as observações feitas lá no início. 

Já na conclusão, você irá “bater o martelo” e fazer as afirmações geradas a partir dos seus dados, comprovando ou não a sua hipótese. Vale lembrar que nem sempre sua hipótese será confirmada e na ciência isso não é um problema. Podemos usar o clichê “não ter uma resposta também é uma resposta”, porque na ciência todo dado obtido pode nos ajudar a chegar a conclusões, e desde que você siga um método científico confiável, essas conclusões podem ser feitas com o embasamento da pesquisa científica. 

Esse “passo a passo” da pesquisa científica é o que nos dá a segurança para confiar no “cientificamente comprovado” que muitas vezes escutamos por aí. 

Após a aplicação da metodologia científica, teorias podem se tornar afirmações e as afirmações podem se tornar leis. Apesar de parecer que toda essa conversa seja papo de cientistas e pesquisadores, se pararmos para pensar, a metodologia científica está presente no nosso dia a dia: a todo momento fazemos perguntas, elaboramos teorias e buscamos respondê-las e resolvê-las através de pesquisas e experimentações. Existem diversos tipos de metodologias  científicas e cada uma irá ser mais adequada para a sua questão, mas, no fim, a sua base é sempre a mesma: aplicar a lógica na construção da ciência e partir da observação para uma conclusão.

PUBLICADO POR
SBI Comunicação
Colunista Colaborador
ver todos os artigos desse colunista >
OUTROS SBLOGI
A Imunologia em tempos de crise sanitária: por que é fundamental desenvolvermos esta ciência?
SBI Comunicação
21 de outubro de 2022
Série "Aprenda Imunologia" - Você sabe o que é método científico?
SBI Comunicação
21 de outubro de 2022
Série "Aprenda Imunologia" - Pandemia, epidemia ou endemia? Qual a diferença entre elas?
SBI Comunicação
21 de outubro de 2022