Sestrins induce natural killer function in senescent-like CD8+T cells
29 de maio de 2020
COMPARTILHAR Facebook Twiter Google Plus
Em artigo, publicado na revista científica Nature Immunology, pesquisadores da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) apresentam uma nova perspectiva para as funções desempenhadas por células T CD8+ senescentes. O paradigma atual as descrevem como sendo células “disfuncionais”. No entanto, o grupo de pesquisa mostra que elas adquirem uma nova forma de se manterem efetoras, reprogramando-se e adquirindo características fenotípicas e funcionais de células NK, desempenhando inclusive funções citotóxicas de forma antígeno-independente.
Os pesquisadores descrevem que esta reprogramação é dependende de DAP12 e Sestrins, que são sensores que detectam estímulos da estresse celular e que aumentam em células T CD8+ senescentes. O grupo acredita que essas alterações que ocorrem com as células T CD8+ senescentes façam parte de uma adaptação do sistema imunológico na tentativa de manter respostas imunes eficazes, visto que essas células se acumulam durante o envelhecimento e/ou infecções, e que são células importantes para eliminar processos infecciosos e células tumorais. No entanto, é sempre importante ressaltar que em excesso, essas células podem elevar o risco de doenças auto-imunes e inflamatórias.
Autores: Branca I. Pereira, Roel P. H. De Maeyer , Luciana P. Covre , Djamel Nehar-Belaid, Alessio Lanna, Sophie Ward, Radu Marches, Emma S. Chambers , Daniel C. O. Gomes, Natalie E. Riddell, Mala K. Maini, Vitor H. Teixeira , Samuel M. Janes, Derek W. Gilroy , Anis Larbi, Neil A. Mabbott , Duygu Ucar , George A. Kuchel , Sian M. Henson, Jessica Strid , Jun H. Lee , Jacques Banchereau  e Arne N. Akbar.
O artigo completo pode ser lido neste link
Usuário
PUBLICADO POR
Repórter colaborador SBI/NcgCE
ver todos os artigos desse colunista >
OUTROS SBLOGI
A importância da flexibilidade do receptor na busca de inibidores para SARS-CoV-2
Antunes
23 de janeiro de 2021
O post do SBlogI que virou colaboração internacional sobre a dinâmica do HLA-G
Antunes
11 de novembro de 2020
As vacinas ainda são problemas
Nelson
29 de outubro de 2020