Em entrevista para a iniciativa COVID-19 DivulgAÇÃO Científica, o imunologista João Viola comenta sobre os impactos da pandemia no tratamento de câncer
29 de março de 2021
COMPARTILHAR Facebook Twiter Google Plus

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o Brasil terá cerca de 625 mil novos casos de câncer por ano até 2022. Esse número preocupa pesquisadores e profissionais da saúde, pois, com a pandemia de Covid-19, tanto o diagnóstico quanto o tratamento de pacientes com câncer foram prejudicados.

Em entrevista para a iniciativa COVID-19 DivulgAÇÃO Científica, o imunologista João Viola - pesquisador do INCA e presidente do Comitê Científico da Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI) - fala sobre a importância de realizar o diagnóstico precoce de câncer e não interromper o tratamento nos hospitais.

A entrevista está disponível no link: https://mla.bs/181abb96

Usuário
PUBLICADO POR
SBI Comunicação
CATEGORIA DO COLABORADOR
ver todos os artigos desse colunista >
OUTRAS NOTÍCIAS
Linfócito T folicular regulador (TFR) – um novo protagonista na progressão tumoral via restrição da eficácia do tratamento com anticorpos contra PD-1
Vânia Bonato
24 de setembro de 2021
Células linfoides inatas do tipo 2: Uma nova perspectiva na terapêutica antitumoral de melanoma
Vânia Bonato
20 de setembro de 2021
Entenda porque pessoas mais velhas possuem maior inflamação e danos em órgãos remotos
Vânia Bonato
17 de setembro de 2021